História do Scarpin

História do Scarpin

Olá, meninas!

O scarpin é o símbolo do sapato clássico. Mas é claro que não para por aí. Afinal, ele é também um sapato muito versátil, com uma capacidade incrível de dar um upgrade em qualquer look.

E quando a gente fala versátil, a gente está falando muito sério. Você já percebeu que com um scarpin pode-se, ao mesmo tempo, ficar sexy e elegante? Que com ele você pode ir desde à sua reunião de negócios a um casamento? E ainda que é um sapato de verão e inverno? Não é à toa que normalmente o scarpin é peça curinga no guarda-roupa de muita mulher, com o poder de fazer a gente, literalmente, subir no salto e se sentir mais bonita e poderosa.

Já que ele é um sapato tão querido, a gente resolveu te contar um pouco mais da história dele.

O scarpin ficou popular a partir do modelo de Christian Dior, estilista francês, no ano de 1947, num estilo que recebeu o nome de New look, no período pós-guerra, em que as mulheres queriam se sentir mais femininas e glamorosas. O nome scarpin tem origem na palavra italiana scarpino, que é o diminutivo de scarpa, e quer dizer sapato.

Além disso, outra característica fundamental do scarpin diz respeito ao seu salto. O verdadeiro scarpin tem que ter um salto que varia de 4cm a 10cm, se passar disso, já é um stiletto. E ao contrário do que muita gente pensa, o scarpin pode ter bico fino e também quadrado ou redondo, desde que seja um sapato fechado, que esconda os dedos e o calcanhar, deixando apenas o peito do pé à mostra.

E você, como usa seu scarpin? Gosta dos looks mais despojados ou clássicos? É daquelas que não tira o sapato do pé, ou deixa ele para ocasiões especiais? Gosta do pretinho básico, ou tem um scarpin de cada cor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avise-me quando disponível Nós informaremos você quando o produto entrar em estoque. Cadastre o seu e-mail abaixo para ser avisada.
E-mail Nós não compartilharemos o seu endereço de e-mail.